WWW.SOTAVENTO.COM.BR

Bem-vindo a nossa casa.

Aqui contamos histórias sobre nossas peripécias dando a volta ao mundo em nosso veleiro. Nós somos: Fabio, Miriam, Caio e Rafael e não sabemos onde vamos parar, só sabemos que vamos "Para onde o vento vai".


terça-feira, 20 de março de 2012

Palestra: Uma família pelo Atlântico


Pessoal

Fomos convidados para fazer uma palestra na Rio Boat Show. O tema é VELEJANDO EM FAMÍLIA PELO ATLÂNTICO. A data já está marcada: dia 15 de Abril de 2012 as 17 horas. Rio de Janeiro

Conto com os amantes da vela e os que pretendem se apaixonar por um veleiro. Falaremos eu e a Miriam sobre nossas experiências e peripécias e sobre como conseguimos fazer isso tudo num barco de 30 pés.

Isso tudo permeado por dicas envolvendo custos, lugares, procedimentos, segurança, etc, etc, etc.

Ficaremos felizes em receber você neste evento.

domingo, 11 de março de 2012

A alegria da chegada: Recepção dos amigos

Após a longa travessia do Atlântico com destino ao Brasil estamos nas últimas 5 milhas. Misto de expectativa e alegria. Dia 3 de março de 2012 marca o dia que terminamos a volta do Atlântico. O Sérgio do Travessura entrou no Iridium perguntando sobre a hora da chegada. Estimei em 23 hora local. Quando estavamos nos aproximando da ponta das Canas vi uma luz de navegação vindo em direção do Flyer.

No rádio a voz do Pimenta se alternou com a voz do Jonas e da Carol que juntamente com o Xandão vieram no veleiro Lafite nos receber carregando duas cervejas bem geladas ... Que recepção maravilhosa !!!

Na praia o comandante Sérgio nos aguardava para conversamos...

Enfim: POITA, mas isso é outra história

Enfim:POITA

Chegamos. O Flyer está na poita em Ilhabela. Agora está passando por um processo muito doloroso: Estamos esvaziando o Flyer...

A primeira impressão de que somos espartanos por viver num veleiro de 30 pés por 20 meses caiu por terra assim que começamos a tirar as coisas. A Miriam fez provisões para uma travessia do Atlântico só que a quantidade de suprimentos seria suficiente só para a travessia, mas capaz de alimentar 12 pessoas. Só de enlatados e outros afins foram quatro viagens de carro entre o veleiro e o chalé onde estamos instalados provisoriamente.

Ainda faltou um monte de coisas para tirar, mas hoje, depois do almoço, devemos continuar o processo de transformar nossa casa em veleiro outra vez.

Depois de esvaziá-lo vamos lavar, polir e deixar o guerreiro pronto para trocar de família...

O Flyer está a venda. É um CAL 9.2 que fez a volta do Atlântico sem uma avaria.

A ficha aos poucos vai caindo. Foi uma aventura e tanto. Uma daquelas que eu vou contar para os meus netos.  Nós vivemos o que muita gente sonha.

Agora um novo projeto: Estou começando a escrever o livro que descreve como fizemos isso. É claro que essa não é a última de nossas aventuras. Nós ainda temos alguns oceanos para navegar...

Quando sai eu não sabia quase nada de navegação nem de náutica, mas agora sim, eu sei com certeza o tamanho da minha ignorância...

Mesmo assim, só a vivência de uma vida no mar por algum tempo muda tudo.

Lembro da frase: Ó Senhor, meu barco é tão pequeno e tão vasto é o mar...